O Banco Central ajustou suas previsões para o desempenho da economia brasileira em 2020, já considerando os impactos iniciais da pandemia de coronavírus. A estimativa é que o PIB fique no mesmo nível de 2019 — ou seja, crescimento zero. A previsão anterior era de avanço de 2,2%. Os ajustes foram divulgados no Relatório Trimestral de Inflação, publicado nesta quinta-feira (26).

Que detalhes do PIB foram divulgados? 

  • A projeção da expansão do agronegócio está mantida em 2,9%.
  • Indústria deve recuar 0,5%. A previsão anterior era de avanço de 2,9%.
  • Previsão para o setor de serviços caiu de 1,7% para 0%.
  • Consumo das famílias pode crescer 0,8% no acumulado do ano, ante previsão de 2,3%.
  • O consumo do governo deve recuar 0,2%.
  • Para o investimento (Formação Bruta de Capital Fixo – FBCF) previa-se uma alta de 4,1%, ajustada agora para um recuo de 1,1%.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.