Não são apenas os funcionários que precisam se capacitar para atender às novas demandas do mercado de trabalho. Os departamentos de RH (Recursos Humanos) também precisam se atualizar para conviver com uma série de mudanças – desde as relacionadas ao perfil do colaborador até a incorporação de novas tecnologias ao modo de trabalho.

A pesquisa Tendências de RH para 2020, realizada pela consultoria Catho com mais de 200 recrutadores do país, mostra quais serão os principais temas que deverão ser enfrentados pelo setor neste ano, como treinamentos profissionais, incorporação da tecnologia e contratação de pessoas.

Uma das tendências apontadas pela pesquisa é a utilização da tecnologia para facilitar processos de seleção e atendimento de colaboradores, seja por meio de apps de recrutamento, gamificação ou chatbots.

“O recrutamento on-line traz inúmeras vantagens para as empresas: simplifica a busca por candidatos. Além disso, permite mais produtividade durante a contratação e tempo para gestão, reduz custos para a empresa e, o melhor, permite o acompanhamento minucioso de cada etapa do processo seletivo”, diz Bianca Machado, gerente sênior da Catho.

A pedido do 6 Minutos, Bianca esmiuçou as outras tendências de RH para 2020:

Programas de avaliação e desempenho

Essa é uma metodologia para acompanhar a performance do colaborador, atuando como ferramenta de desenvolvimento do funcionário. Por meio dela, de forma periódica (mensal, trimestral, semestral e anual) os gestores promovem feedbacks, o que aconteceu e o que você fez, e feedforward, ferramenta que apoia gestor e colaborador com a visão do que pode ser melhorado no futuro.

Experiência do colaborador

“Com o mix de gerações, de baby boomer a millennials, chegamos a um momento onde os candidatos também escolhem se querem ou não trabalhar em uma determinada empresa. Nesse sentido, o employee experience atua com a experiência dos funcionários, desde o primeiro contato com a empresa até o seu desligamento, com o objetivo de diminuir o turnover (rotatividade) das empresas e aumentar a produtividade da equipe”, diz a gerente.

Metodologias ágeis

É um novo formato aplicado à tradicional gestão de projetos, com o objetivo de realizar entregas com rapidez e maior frequência. “Esse recurso contribui para a ascensão de um RH cada vez mais estratégico e analítico, que cuida das pessoas a partir do modelo de negócio da empresa. Essa metodologia está atrelada à inovação e otimização dos processos do RH”, afirma Bianca.

Programa Jovem Aprendiz

Esse programa é a porta de entrada das empresas. Devido à evolução dos programas de trainee ou jovem aprendiz, esse recurso permite o start de talentos no mercado de trabalho, potencializando as competências desse profissional em sua primeira experiência.

Programas de inclusão e diversidade

“Esse recurso traz diversos benefícios para as empresas, dentre eles estão: funcionários mais engajados, maior senso de pertencimento, ambiente mais fluído para criatividade e inovação, atração e retenção de talento. De modo geral, o programa é um grande fortalecedor de marca para as empresas diante de seus clientes, além de agregar nas conquistas e resultados positivos da corporação”, diz a gerente da Catho.

Employer branding

A empresa é uma marca e o employer branding se refere à marca empregadora, ou seja, o quanto aquela organização é atrativa e conversa com os ideais e valores dos profissionais.

Capacitação remota

Também chamada de treinamento online ou educação corporativa online, essa é uma forte tendência para os próximos anos. “Basicamente, essa ferramenta permite aprimorar ou manter a qualificação profissional do time de forma remota, garantido autonomia nos estudos, flexibilidade de horários e economia do tempo de deslocamento para o curso”, diz Bianca.

Segundo a Catho, esse tendência é relativamente nova e uma das mais cobiçadas para os próximos anos.

Transformação digital no setor

Laboratórios de inovação têm surgido em diversas empresas. São times multidisciplinares olhando para o futuro em uma hierarquia horizontal e que atuam por meio de aprendizados rápidos.

Flexibilidade (home office)

Autonomia, flexibilidade, qualidade de vida, produtividade. Essas são algumas das características do trabalho remoto, metodologia de trabalho que tem ganhado cada vez mais os olhares das empresas. Segundo a Pesquisa dos Profissionais Brasileiros da Catho, realizada com mais de 6,2 mil respondentes, 25% usam o recurso e trabalham em casa pelo menos uma vez por semana.

Gamificação no ambiente de trabalho

É um conjunto de técnicas usadas em processos seletivos e dinâmicas por meio de jogos virtuais, tendo como principal objetivo engajar pessoas – capturar a atenção dos colaboradores em treinamentos, projetos e desafios.

RH Mobile: aplicativos para soluções de problemas (chatbot)

Essa ferramenta pode ser usada, por exemplo, em gestão de benefícios ou folhas de pagamentos. De modo geral, a empresa pode recorrer aos aplicativos como um otimizador de processos.

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.