(Atualizado às 18h23)

Para acompanhar o fluxo de informações sobre a crise do coronavírus, o 6 Minutos centraliza em uma página as principais notícias do dia sobre o tema. Veja abaixo o que de mais importante aconteceu nesta segunda-feira até agora.

SENADO APROVA AUXÍLIO EMERGENCIAL DE R$ 600 A INFORMAIS (18h23)
O Senado aprovou há pouco, em votação remota e por unanimidade, a concessão de um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais.

Agora, o projeto segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Um decreto também deve ser editado para regulamentar como a distribuição dos recursos será feita, segundo afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, na semana passada. O benefício será repassado por três meses e será pago em dobro para mulheres chefes de família. A criação do benefício foi aprovada pela Câmara na última sexta-feira (dia 27).

PETROBRAS FAZ IMPORTAÇÃO ADICIONAL DE GÁS DE COZINHA E REDUZ PREÇO EM 10% (17h42)
A Petrobras revelou hoje que contratou importação adicional de GLP (gás liquefeito de petróleo), em momento em que consumidores em alguns pontos do país realizaram uma corrida às compras do chamado gás de cozinha, em meio a preocupações com a oferta devido a medidas de controle do coronavírus.

Em paralelo, a empresa reduziu em 10%, para R$ 21,85, o preço médio do botijão de 13 kg de GLP, utilizado em residências. No acumulado do ano, a redução é de cerca de 21%.

DÓLAR TEM 2ª MAIOR COTAÇÃO NOMINAL DA HISTÓRIA E FECHA EM R$ 5,18; IBOVESPA TEM ALTA DE 1,65% E FECHA DIA NO AZUL (17h17)
Movimento de proteção dos investidores, que têm mostrado alta aversão ao risco e buscam segurança no dólar, motivou a alta de 1,47% na cotação da moeda americana nesta segunda-feira. Principal índice da B3 teve dia positivo, puxado por ações mais fortes da Bolsa, e subiu 1,65%, ultrapassando patamar dos 74 mil pontos.

DIVULGAÇÃO MENSAL DE DADOS DE EMPREGO FORMAL ESTÁ SUSPENSA, DIZ MINISTÉRIO DA ECONOMIA (16h48)
O Ministério da Economia anunciou hoje que a divulgação dos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) sobre os postos formais de emprego no país está suspensa até a completa atualização das informações por parte das empresas. Com a decisão, não serão divulgados os dados dos meses de janeiro e fevereiro.

Em nota, a pasta disse que consolidação das informações para os dois primeiros meses do ano foi inviabilizada pela falta de prestação dos dados, sendo que as subdeclarações até aqui se concentram nos desligamentos.

MICROSOFT DIZ QUE NÚMERO DE USUÁRIOS DO SKYPE AUMENTOU 70% EM MEIO À PANDEMIA (16h40)
O número de usuários do Skype aumentou 70% em um mês, para 40 milhões atualmente, à medida que mais pessoas ficam em casa devido ao coronavírus, informou a Microsoft hoje. Os minutos de chamadas entre contas do Skype aumentaram 220% em relação ao mês anterior, informou a empresa.

As ações de empresas que se beneficiam das medidas de isolamento social recomendadas por autoridades de saúde do mundo todo, como a companhia de videoconferência Zoom Video Communications, e várias ações de empresas de videogames tiveram uma alta recente, já que milhões de pessoas devem passar semanas ou mais dentro de suas casas. (Reuters)

DONA DA DROGA RAIA E DROGASIL NÃO REPASSARÁ AUMENTO DE ABRIL NOS PREÇOS DOS REMÉDIOS (16h12)
A rede de varejo farmacêutico RD decidiu não repassar o reajuste anual nos preços de todos os medicamentos previsto para o começo de abril, ressaltando o atual contexto de crise gerada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Como medida de apoio à população neste momento de crise, a rede decidiu não repassar o reajuste anual”, afirmou a dona das bandeiras Droga Raia e Drogasil em comunicado, citando ainda a contratação de 2 mil funcionários.

SÓ SUPERMERCADOS E FARMÁCIAS SALVAM VENDAS DO VAREJO EM MARÇO (15h35)
O faturamento do comércio em março caiu 15,8% em relação a fevereiro, segundo o Índice Cielo de Varejo Ampliado. O indicador mostra que a queda não aconteceu de forma homogênea: ficou mais forte na terceira (-14,5%) e quarta semana (-52,7%) de março.

A queda foi igual para todos os setores? Não, apenas o segmento de bens não duráveis, que engloba supermercados e farmácias, teve aumento de faturamento (+6,3%%).

ALTA DO DÓLAR VOLTA A SUPERAR 1% E COTAÇÃO VAI A R$ 5,17; IBOVESPA MANTÉM VALORIZAÇÃO ACIMA DE 1% (15h33)

COMPRAR COMIDAS ESSENCIAIS FICOU MAIS CARO; TOMATE E BANANA LIDERAM ALTAS (15h19)
Comprar comida ficou mais caro. O problema é que o aumento atinge itens da cesta básica, ou seja, aqueles mais essenciais para a sobrevivência das famílias. Pesquisa do Dieese mostra que o preço da cesta básica subiu em 15 das 17 capitais pesquisadas de fevereiro março.

As maiores altas ocorreram em Campo Grande (6,54%), Rio de Janeiro (5,56%), Vitória (5,16%) e Aracaju (5,11%). As quedas foram observadas em Belém (-3,27%) e São Paulo (-0,24%).

GOVERNO NEGOCIA CRÉDITO EMERGENCIAL PARA DISTRIBUIDORAS DE ENERGIA (15h05)
O governo tem conversado com empresas de distribuição de energia sobre possíveis medidas de apoio que poderiam incluir a viabilização de empréstimos emergenciais ao setor, que teme forte perda de receita nos próximos meses, à medida que iniciativas contra o coronavírus reduzem a demanda e geram expectativa de inadimplência entre consumidores. O presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia (Abradee), Marcos Madureira, disse que uma alternativa que está sobre a mesa nas negociações do segmento com autoridades envolveria a costura de um financiamento via BNDES ou por meio de um conjunto de bancos. (Com Reuters)

PARA ACELERAR ‘CORONAVOUCHER’, SENADO VAI REUNIR EMENDAS EM OUTRO PROJETO (14h42)
O vice-presidente do Senado, Antonio Anastasia (PSD-MG), afirmou nesta segunda-feira que a Casa deverá reunir em um projeto complementar as emendas ao texto do voucher de R$ 600 para trabalhadores informais. O auxílio emergencial será votado nesta segunda-feira no Senado e, para evitar que seja necessário retornar à Câmara, só terá emendas de redação.

As emendas que alterem o mérito do projeto serão reunidas em um outro texto, que deve ser apreciado já na terça, segundo Anastasia.

PEQUENAS EMPRESAS NÃO TÊM FÔLEGO NEM PARA AGUENTAR UM MÊS (14h27)
O presidente da Trevisan Escola de Negócios, VanDyck Silveira, diz que tradicionalmente as pequenas empresas têm 27 dias de caixa para honrar seus compromissos. “Se param de vender, podem quebrar mais rapidamente.” Além disso, elas mal conseguem se financiar no mercado mesmo em condições normais.

Exemplo dessa dificuldade é a escalada da inadimplência das empresas pelo 11º mês consecutivo. Em janeiro, segundo a Serasa Experian, o país teve um novo recorde: 6,2 milhões de empreendimentos com contas atrasadas e negativadas, número quase 10% superior a igual período do ano anterior.

GM QUER REDUZIR SALÁRIOS NO INTERIOR DE SP EM 25% COM CORTE DE JORNADA, DIZ SINDICATO (14h13)
A General Motors fez proposta ao Sindicato de Metalúrgicos de São José dos Campos (SP) de redução de jornada de seus trabalhadores mediante corte de 25% nos salários por quatro meses, afirmou a entidade nesta segunda-feira. O sindicato informou que é contra a proposta, mas a oferta será apresentada na tarde desta segunda-feira aos trabalhadores da fábrica da montadora, que emprega cerca de 3.800 funcionários na unidade.

BOLSAS EUROPEIAS SE RECUPERAM NO FIM DO DIA E FECHAM EM ALTA (14h01)
As principais bolsas europeias ganharam fôlego perto do fechamento e terminaram o dia em alta, em mais um dia de grande volatilidade. Abaixo, como ficaram os mercados no Velho Continente.

Londres (FTSE): alta de 0,97%, a 5.563 pontos.
Frankfurt (DAX): alta de 1,90%, a 98.815 pontos.
Paris (CAC-40): alta de 0,62%, a 4.378 pontos.
Milão (FTSE/Mib): alta de 0,30%, a 16.872 pontos.
Madri (Ibex-35): queda de 1,74%, a 6.659 pontos.
Lisboa (PSI20): alta de 1,02%, a 3.983 pontos.

METADE DAS GRANDES EMPRESAS TEM CAIXA PARA SOBREVIVER APENAS POR 3 MESES SEM FATURAMENTO (13h55)
Sem faturar, metade das empresas de capital aberto tem recursos para sobreviver apenas por três meses. Com o dinheiro disponível em caixa, conta corrente e aplicações financeiras, elas conseguiriam pagar fornecedores, folha de salários e outras despesas operacionais só durante esse período.

Os dados são de um levantamento feito pelo Centro de Estudos de Mercado de Capitais da Fipe (Cemec-Fipe) e pela consultoria Economática. O trabalho foi baseado no balanço de dezembro de 2019 de 245 companhias, e mostra a evolução do caixa com o decorrer de uma paralisia nas atividades, em razão do coronavírus.

DÓLAR VOLTA A SUBIR MAIS DE 1% E É COTADO A R$ 5,16; IBOVESPA SE APROXIMA DE 2% DE VALORIZAÇÃO (13h44)

ENDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS BATE RECORDE EM MARÇO, DIZ CNC (13h40)
O endividamento dos brasileiros atingiu recorde em março, informou nesta segunda-feira (dia 30) a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Após ter recuado a 65,1% em fevereiro, o percentual de famílias com dívidas saltou para 66,2% este mês, o maior patamar da série histórica da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, iniciada em janeiro de 2010.

A proporção de dívidas em atraso também subiu e a expectativa da entidade é que aumente por causa do coronavírus. De acordo com o levantamento da CNC, o porcentual de famílias inadimplentes chegou a 25,3% em março, contra 24,1% no mês anterior.

BR DISTRIBUIDORA E RAÍZEN CANCELAM COMPRAS DE ETANOL E PODEM ABRIR DISPUTA COM USINAS (13h35)
As principais distribuidoras de combustíveis do Brasil, a BR Distribuidora e a Raízen (uma joint venture da Shell com a Cosan), começaram a cancelar contratos de compra de etanol junto às usinas de cana-de-açúcar por causa da forte queda da demanda nos postos, segundo fontes com conhecimento do assunto. As duas companhias estão alegando motivos de força maior. O cancelamento inclui tanto o etanol anidro, que é misturado com a gasolina, como o etanol hidratado, que é utilizado diretamente no motor dos carros.

Produtores de etanol não aceitam o motivo de força maior alegado pelos distribuidores e estão abrindo a possibilidade de negociação, disseram as fontes. Se isso não resolver o problema, pode-se abrir uma disputa com um juiz de arbitragem para decidir o assunto. (Com Bloomberg)

PROJEÇÃO DE DÉFICIT DE R$ 350 BI COM CORONAVÍRUS SERÁ REVISADA TODA SEMANA, DIZ MANSUETO (13h16)
O déficit primário do governo central estimado para este ano já está um pouco acima de R$ 350 bilhões, afirmou hoje o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, pontuando que o crescimento econômico pode ser negativo em meio ao impacto do coronavírus na atividade.

De acordo com os secretário do Tesouro, a expectativa para o déficit será atualizada pela equipe econômica todas as semanas. Ele adiantou que o desempenho das contas públicas em 2020 será “bastante atípico”, com uma pressão “muito forte” do lado da despesa e arrecadação nos meses de abril, maio e junho, resultando em elevação expressiva do déficit no período.

IBOVESPA MANTÉM ALTA DE 1% NO INÍCIO DA TARDE; DÓLAR DESACELERA ALTA PARA MENOS DE 1% E É COTADO A R$ 5,13 (12h42)

EUA PERMITEM USO EMERGENCIAL DE CLOROQUINA PARA COMBATE DE CORONAVÍRUS (12h36)
Apresentado como uma possível “virada de jogo” contra a pandemia de coronavírus pelo presidente americano Donald Trump, a cloroquina foi autorizada para uso emergencial nos EUA. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos recebeu 30 milhões de doses do medicamento, segundo o secretário Alex Azar. Trump afirmou que 1.100 pacientes na cidade de Nova York estão recebendo o tratamento. “Vamos ver como funciona”, disse o presidente americano.

Normalmente usada no tratamento da malária, a cloroquina apresentou resultados promissores, porém inconclusivos, em um pequeno estudo sobre o coronavírus. Embora o presidente americano tenha dito que o medicamento é seguro, ele pode trazer efeitos colaterais significativos.

JOHNSON&JOHNSON COMEÇARÁ TESTES PARA VACINA CONTRA CORONAVÍRUS EM SETEMBRO (12h32)
A Johnson&Johnson anunciou que vai começar a testar uma vacina contra o novo coronavírus no mais tardar em setembro deste ano. O primeiro lote deve ser disponibilizado no início de 2021.

A multinacional está aproveitando sua capacidade de produção a nível global para conseguir entregar bilhões de doses e a um preço de custo e acessível à população. (Bloomberg)

BOLSA SOBE 1% NO FIM DA MANHÃ; DÓLAR SEGUE EM ALTA E É COTADO A R$ 5,17 (12h05)

PAÍSES EUROPEUS APERTAM REGRAS DE ISOLAMENTO E ANUNCIAM PACOTES (12h03)
O efeito da pandemia do coronavírus na Europa parece longe do fim. As medidas de distanciamento social e quarentena até têm surtido efeito no achatamento da curva de infecção (ou seja, reduzindo o pico de casos que sobrecarrega o sistema de saúde), mas as mortes continuam aumentando. A reação dos governos é ampliar os períodos de isolamento, impactando ainda mais a economia.

Na Espanha,  812 pessoas morreram pelo coronavírus nas últimas 24 horas. No fim de semana, o primeiro-ministro Pedro Sanchez ordenou que as pessoas fiquem em casa até 9 de abril. Para compensar a paralisação foi aprovado um pacote econômico, que fará o pagamento em dia dos trabalhadores como se fosse uma licença remunerada. Quando a situação se normalizar, os trabalhadores deverão cumprir a carga horária não trabalhada.

IBOVESPA ANULA PERDAS DA ABERTURA E SOBE 0,35%; DÓLAR VAI A R$ 5,16 (11h10)

‘BRASIL É DIFERENTE’, DIZ BOLSONARO SOBRE DECISÃO DE TRUMP DE AMPLIAR O ISOLAMENTO (11h06)
O presidente Jair Bolsonaro reagiu a críticas após ter saído às ruas na manhã de domingo, na contramão de recomendações do Ministério da Saúde e deu autoridades médicas de todo o mundo. “Atiram numa pessoa só. O alvo sou eu.” Ele também evitou comentar a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de não alterar o rumo no combate à covid-19, recuando de decisões de que afrouxaria a quarentena. Trump estendeu o isolamento social no país até o dia 30 de abril. “Eu vou não vou discutir. O Brasil é diferente de qualquer outro país.”

PETRÓLEO NOS EUA CAI ABAIXO DE US$ 20 O BARRIL, MENOR VALOR DESDE 2002 (10h41)
O barril do tipo WTI, o mais negociado no mercado americano, foi negociado a US$ 19,92 na manhã desta segunda-feira, na medida em que a demanda por petróleo despenca com a paralisação da economia por causa do coronavírus. A queda era superior a 5%. Em Londres, o barril do tipo Brent, referência na Europa e para os negócios da Petrobras, recuava mais de 8%, para pouco abaixo de US$ 23. Analistas dizem que a manutenção das cotações nesse patamar vai inviabilizar a produção em muitos países, cujos custos de operação estão acima dos preços de venda.

BOLSA BRASILEIRA SOBE 2% E VAI A 74.900 PONTOS NA ABERTURA DO PREGÃO (10h23)

OLIMPÍADA DE TÓQUIO COMEÇARÁ EM 23 de JULHO DE 2021 (9h37)
A abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio será no dia 23 de julho, e o encerramento acontecerá em 8 de agosto. As datas foram anunciadas por Yoshiro Mori, responsável pela organização do evento, após acerto com o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Tomas Bach. É a primeira vez na história que os Jogos, originalmente previstos para 2020, são adiados. Os eventos de 1916, 1940 e 1944 foram cancelados em decorrência das duas guerras mundiais.

CHINA RETOMA PRODUÇÃO INDUSTRIAL E REABRE SHOPPINGS (9h34)
Grandes províncias industriais da China retomaram a produção nesta segunda-feira (30), após dois meses de uma paralisação de fábricas, empresas e redes varejistas em razão do distanciamento social imposto pela pandemia do novos coronavírus. Um resumo do que foi anunciado pelo governo chinês hoje:

  • 98,6% das principais indústrias da China retomaram as operações;
  • Quase 90% dos funcionários já voltaram ao trabalho;
  • Mais de três quartos das pequenas e médias empresas da China também retomaram as atividades;
  • Os shopping centers da cidade de Wuhan, onde o surto de coronavírus teve início, reabriram hoje.

DÓLAR ABRE A SEMANA EM ALTA E VALE R$ 5,12 (9h16)
O dólar abriu a semana em leve alta, acompanhando a cautela global em relação ao impacto econômico do coronavírus e a troca de farpas entre o presidente Jair Bolsonaro e governadores no cenário doméstico. Às 9h07, o dólar avançava 0,26% e valia R$ 5,12. Na última sessão, na sexta-feira, a moeda norte-americana à vista fechou em alta de 2,22%, a 5,10, registrando seis semanas consecutivas de ganhos. (Com Reuters)

EFEITO CORONAVÍRUS FAZ A “INFLAÇÃO DO ALUGUEL” SUBIR 1,24% EM MARÇO (9h03)
Os índices de inflação começam a mostrar o que os consumidores já perceberam: os preços ficaram mais altos. O IGP-M, índice usado para reajuste dos contratos de aluguel, subiu 1,24% em março em relação a fevereiro. Para o consumidor, o que mais pesou foram os alimentos processados. Em fevereiro, os preços dessa categoria tiveram queda de 1,57%. Já em março, passaram a subir 1,27%. Para a indústria, o cenário também não foi positivo. Ficaram mais caros o minério de ferro (passou de -0,01% em fevereiro para 9,73% em março), soja em grão (de -2,97% para 5,03%) e café em grão (de -6,61% para 10,60%).

BOLETIM FOCUS PREVÊ PIB NEGATIVO EM 2020 PELA PRIMEIRA VEZ (8h34)
O Boletim Focus — pesquisa semanal do Banco Central feita com as principais instituições financeiras do país — finalmente incorporou em suas projeções os efeitos do coronavírus sobre a economia brasileira. Na edição divulgada nesta segunda-feira, o relatório prevê retração do PIB de 0,48%. Na semana passada, a projeção era crescimento de 1,48%.

Abaixo, outras projeções para a economia até o fim do ano:

  • Inflação (IPCA): 2,94% no ano
  • Dólar: R$ 4,50
  • Juros: 3,50% ao ano
  • Produção industrial: alta de 0,85%
BOLSAS ASIÁTICAS FECHAM EM QUEDA NESTA SEGUNDA-FEIRA (8h01)

As bolsas asiáticas fecharam em leve queda nesta segunda-feira (30) influenciadas pela percepção de que os efeitos da pandemia durarão por meses — o presidente dos Estados Unidos Donald Trump estendeu por mais 30 dias a orientação de distanciamento social no país. Mas novos pacotes de estímulos, na Coreia do Sul e na Austrália, ajudaram a segurar as perdas.

Veja os índices:

  • Xangai Composto (Xangai): -0,90%
  • Nikkei 225 (Tóquio): -1,57%
  • Kospi (Seul): -0,04%
  • Hang Seng (Hong Kong): -1,32%
  • Taiex (Taiwan): -0,72%

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.