Os três maiores bancos privados do país, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, se comprometeram a importar e doar 5 milhões de testes rápidos para detecção do coronavírus.

Também haverá doação de equipamentos médicos, como tomógrafos e respiradores, de acordo com orientações do Ministério da Saúde e a disponibilidade no mercado.

Em nota conjunta, os bancos ressaltam que realizar testes em massa com suspeitos de estarem contagiados será decisivo para superar a crise. “Da mesma forma, os tomógrafos permitem identificar a gravidade dos casos e os respiradores salvam as vidas dos doentes com complicações pulmonares”, ressaltam.

A decisão sobre a ação conjunta foi tomada nesta quarta-feira (dia 25) pelos presidentes dos três bancos: Octavio de Lazari Jr., do Bradesco, Candido Bracher, do Itaú, e Sérgio Rial, do Santander Brasil. Eles se reuniram para discutir a melhor maneira de contribuir para mitigar os efeitos da pandemia.

A primeira medida prática foi a formação de uma força-tarefa, composta por profissionais de cada uma das instituições, que definiu, sob orientação do Ministério da Saúde, a logística mais eficiente para a importação dos kits de testagem e dos equipamentos.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.