A rápida propagação do coronavírus nas regiões do norte da Itália levou autoridades a antecipar para este domingo (dia 23) o encerramento do Carnaval de Veneza, uma das celebrações mais famosas do país. A decisão foi anunciada no início da tarde (horário local) pelo governador da região do Veneto, Luca Zaia.

O número de casos confirmados de pessoas contaminadas pela doença na Itália cresceu de cerca de 30 no sábado à tarde para mais de 130 neste domingo no mesmo período. Duas pessoas já morreram.

A festa que atrai dezenas de milhares de turistas locais e de outros países havia começado no último dia 15 e se estenderia até a próxima terça-feira (dia 25). Os eventos programados para este domingo, que incluem o famoso e popular concurso de máscaras, foram mantidos a fim de evitar tumultos populares. Há ao menos três casos confirmados de contaminação em Veneza.

Outros eventos com aglomeração de pessoas, como missas e eventos esportivos, também foram suspensos até o próximo dia 1º de março. Escolas e universidades estão com as aulas suspensas nesta semana.

“Este é o pior problema que Veneto já enfrentou”disse Zaia, lembrando que a região já foi atingida por enchentes e terremotos em anos anteriores.

As regiões do norte da Itália são as mais afetadas. Há 90 casos confirmados na Lombardia (onde fica Milão) e outros 25 no Veneto, duas das regiões mais ricas do país, que respondem por cerca de 30% do PIB (Produto Interno Bruto) nacional. Há casos isolados também nas regiões vizinhas do Piemonte e da Emilia-Romagna.

Zaia disse no sábado que o contágio mostrou que o vírus é transmitido como qualquer outra gripe e que tentar identificar uma única fonte de infecção ou relações diretas com a China não é mais eficaz. As autoridades estão pedindo calma, mas reconhecem que o número é alarmante, dado os contágios secundários.

(Com a Reuters e a Associated Press)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.