Bonita, artística, cálida e acolhedora: Barcelona é tudo isso e muito mais – e, não à toa, constitui um dos destinos favoritos dos turistas brasileiros na Europa.

A capital catalã tem sua paisagem marcada por cartões-postais mundialmente famosos, como a Basílica da Sagrada Família, o estádio de futebol Camp Nou (a casa do time do Barcelona) e o Park Güell.

Mas, entre as arborizadas vias da cidade, se escondem atrativos menos conhecidos, mas que merecem uma visita de quem viaja pelo território barcelonês.

Quer fazer uma viagem proveitosa e original pela terra que foi lar de Antoni Gaudí? A seguir, veja quatro atrações (uma imperdível e três inusitadas) para explorar por lá.

Imperdível: Las Ramblas e arredores

Turistas caminhando pelas ramblas de Barcelona, com o Monumento a Colombo ao fundo
Crédito: Shutterstock

Ao chegar em Barcelona, deixe as coisas no hotel e se jogue para as Ramblas, as lindas vias arborizadas que cruzam o coração da cidade. Elas são, afinal, uma introdução ideal para a capital catalã.

As Ramblas são cortadas por um largo calçadão dedicado aos pedestres, ao redor do qual surgem restaurantes, bares, lojinhas de presentes, tendas de flores e belíssimos edifícios.

É uma área que sofre com o excesso de turistas? Sim.

Mas lá você terá acesso a alguns dos principais cartões-postais de Barcelona, como o Mercat de La Boqueria (um mercado perfeito para se deliciar com iguarias catalãs e espanholas), o Mosaïc de Miró (um colorido mosaico feito pelo artista Joan Miró sobre uma calçada perto da estação de metrô Liceu) e o Gran Teatre del Liceu, casa de ópera erguida no século 19 e que é aberta a visitas turísticas.

Na região das Ramblas também fica a Plaça Reial, uma praça cercada por arcadas, decorada com palmeiras e cheia de barzinhos, em um ambiente perfeito para uma cerveja no meio da tarde.

De lá, são poucos minutos de caminhada até o coração do Barri Gótic (Bairro Gótico) da cidade, que abriga atrativos imperdíveis como a catedral de Barcelona, a Plaça Sant Jaume (onde se localiza o edifício do governo da Catalunha) e a Plaça de Sant Josep Oriol, pontuada por agradáveis cafés e cercada por vielas acolhedoras.

Termine o tour fazendo uma visita ao Museo Picasso, com obras do gênio espanhol como os quadros “Homem Sentado” e “A Oferenda”.

Recinto Modernista de Sant Pau: obra-prima arquitetônica

Recinto Modernista de Sant Pau é uma referência em construção do estilo art noveau
Crédito: Shutterstock

Construído nas primeiras décadas do século 20, o Recinto Modernista de Sant Pau é um dos complexos arquitetônicos mais lindos de Barcelona.

Trata-se de uma obra-prima com características do estilo art noveau e que faz parte da lista de patrimônios mundiais da Unesco.

Durante aproximadamente um século, o local abrigou o Hospital de la Santa Creu i Sant Pau: sua estrutura foi projetada pelo arquiteto Lluís Domènech i Montaner (um dos próceres do modernismo catalão) para que servisse como uma espécie de cidade-jardim para os enfermos.

O Recinto Modernista de Sant Pau não opera mais como um hospital. Seus pavilhões e áreas verdes, por outro lado, se encontram atualmente abertos para visitas.

Nos passeios, os turistas se sentem dentro de um verdadeiro palácio, com interiores com decoração suntuosa, vitrais coloridos e exposições sobre a vida de Lluís Domènech i Montaner. Os jardins, por sua vez, são recheados de árvores frutíferas, em um lugar ideal para descansar as pernas depois de caminhar por Barcelona.

Praias: afinal, estamos em uma cidade mediterrânea

Banhistas lotam a praia de Bogatell em um dia de verão
Crédito: Shutterstock

Barcelona é um lugar que atrai os turistas com seus lindos edifícios e atmosfera urbana cativante. A capital catalã, porém, também oferece paisagens oceânicas para o público, com cerca de 5 km de praias banhadas pelo mar Mediterrâneo.

A mais conhecida delas é Barceloneta, que fica lotada nas épocas mais cálidas do ano.

Entretanto, há outras faixas de areia menos famosas na cidade, mas que merecem uma visita.

Um dos destaques é a Playa de Bogatell, com areia fininha e que fica ao lado de uma bela área verde à beira-mar.

Ali ao lado se localiza a Playa de la Nova Icària, com o horizonte marcado por uma gigantesca escultura metálica em forma de peixe (com 56 metros de largura) assinada pelo célebre arquiteto Frank Gehry.

E há ainda a Playa de Sant Sebastià, ao lado da qual fica o estilosíssimo hotel W Barcelona.

No 26º andar deste hotel opera o bar e balada Eclipse, com vistas panorâmicas fantásticas para o litoral da cidade.

Museu del Disseny: a Barcelona moderna

Crédito: Shutterstock

Barcelona também tem um lado extremamente moderno, que contrasta (de maneira bem interessante) com os lindos e clássicos edifícios do século 19 e começo do século 20 da cidade.
Um destes lugares se chama Museu del Disseny, que abriga exposições de trabalhos artísticos de temáticas variadas.

No local, é possível ver exibições de artes têxteis asiáticas, de design de vanguarda da Europa e até do universo da joalheria.

O grande barato de visitar o Museu del Disseny, entretanto, é passear no meio do impressionante complexo arquitetônico do qual ele faz parte, com edificações de linhas arrojadas assinadas pela empresa MBM Arquitectes.

Trata-se de uma paisagem futurista, com as linhas retas do edifício principal do complexo se sobrepondo ao formato curvo do arranha-céu conhecido como Torre Glòries, que, hoje, se destaca na paisagem de Barcelona com sua estrutura com mais de 140 metros de altura.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.com.br/whatsapp.