Há tempos que Buenos Aires é um dos destinos mais queridos do mundo entre os turistas brasileiros. A capital argentina, afinal, é um verdadeiro playground para quem ama viajar.

Na cidade, não faltam paisagens charmosas, restaurantes excelentes, museus de primeira linha, vida noturna agitada e áreas verdes perfeitas para um passeio ao ar livre. E, além de seus cartões-postais mais conhecidos (como o Obelisco e a Casa Rosada), a metrópole portenha guarda alguns segredos que prometem fascinar os visitantes.

Quer conhecer Buenos Aires em detalhes em sua próxima viagem para lá? A seguir, veja atrações imperdíveis e inusitadas da cidade.

Atração imperdível: Cafés e bares históricos

Buenos Aires tem diversos cafés e bares com mais de um século de história, que são considerados verdadeiras instituições da cidade.

Interior do Café Tortoni, um dos locais mais icônicos do centro da capital argentina
Crédito: Divulgação/Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires

Passar uma tarde ou uma noite em seus ambientes charmosos, seja devorando um alfajor ou degustando uma taça de malbec, constitui uma experiência fascinante na capital argentina.

Um dos mais famosos destes estabelecimentos é o Café Tortoni, localizado na Avenida de Mayo.

Inaugurado em 1858, o local já recebeu a visita de gente como Jorge Luis Borges, Carlos Gardel, Federico García Lorca e Julio Cortázar.

Hoje, turistas se sentam em suas mesas de mármore para saborear um delicioso chocolate quente com churros e curtir uma atmosfera elegante, com garçons de gravata borboleta andando para lá e para cá.

O café Las Violetas, por sua vez, foi aberto em 1884 e impressiona com seu interior que lembra um palacete, com vitrais coloridos, balcões de mármore e móveis trazidos de Paris. Além do cafezinho e de doces, o estabelecimento serve carnes suculentas, como o famoso bife de chorizo.

E o El Estaño é um bar do bairro de La Boca com uma história que remonta a 1880 e que é um lugar charmosíssimo para tomar um vinho depois de uma visita ao Caminito ou ao estádio da Bombonera.

O elegante Lobby Bar do Alvear Palace Hotel, que parece o salão de um palácio francês, também merece uma visita.

El Ateneo Grand Splendid: Livraria linda

A livraria El Ateneo Grand Splendid se instalou no lugar de um cine-teatro no bairro da Recoleta
Crédito: Divulgação/Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires

Localizada na elegante região da Recoleta, a livraria El Ateneo Grand Splendid já foi classificada, pelo jornal britânico The Guardian, como a segunda mais bonita do mundo.

E não é exagero: o estabelecimento funciona no espaço do antigo cine-teatro Grand Splendid e preserva grande parte de sua opulenta estrutura original.

Envolvendo as estantes com obras de escritores argentinos e estrangeiros, o edifício exibe uma cúpula adornada com afrescos e balcões com elementos dourados, de onde, no passado, o público assistia às peças e filmes.

No espaço do palco opera atualmente um café, com mesas sob uma cortina de veludo vermelho entreaberta.

Ciudad Cultural Konex: Balada na fábrica

Ciudad Cultural Konex, centro cultural que ocupa uma antiga fábrica construída na década de 1920
Crédito: Divulgação/Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires

A Ciudad Cultural Konex é um dos espaços mais originais para curtir a agitada vida noturna de Buenos Aires.

A edificação onde opera o estabelecimento foi construída nos anos 1920 e, ao longo do último século, funcionou como fábrica e depósito de azeite.

Hoje, o Konex é palco para uma extensa agenda de eventos de música ao vivo, que vão desde a apresentação de DJs de som eletrônico até shows de bandas de rock e pop que estão se destacando na Argentina.

Também são realizadas por lá peças de teatro, números de dança e espetáculos circenses.

E o mais legal: tudo envolto por uma interessante atmosfera fabril do século passado.

Bairro chinês: o Oriente em Buenos Aires

Pórtico que marca uma das entradas do Bairro Chinês de Buenos Aires, na região de Belgrano
Crédito: Divulgação/Ente de Turismo de la Ciudad de Buenos Aires

Nem todo mundo sabe, mas Buenos Aires é lar de uma significativa comunidade vinda de Taiwan.

E estes imigrantes ajudaram a formar na região de Belgrano, principalmente nos anos 1980, o chamado Barrio Chino (Bairro Chinês) da cidade.

É uma área cuja entrada (no encontro das ruas Juramento e Arribeños) está marcada por um enorme portal oriental, com 11 metros de altura e adornado com figuras de dragões.

Dentro do Bairro Chinês, atualmente, existem excelentes restaurantes de comida asiática e lojas vendendo objetos de decoração orientais.

Na rua Montañeses, por sua vez, também parte da área, se localiza um dos primeiros templos budistas de Buenos Aires: o Templo Chong Kuan.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.