Há espaço para pelo menos mais um corte na taxa básica de juros em 2020. Essa é a leitura que o mercado fez da chamada Ata do Copom, com as conclusões da última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), divulgada na semana passada.

Em sua última reunião, o Copom afirmou que via a taxa de juros em níveis adequados, mas que havia espaço para ajustes residuais, e que acompanharia com atenção a evolução da economia do país.

Segundo o Boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central com as principais instituições financeiras do país, a previsão é que a taxa básica de juros (Selic) termine o ano em 2%. Atualmente, a Selic está em 2,25% ao ano — menor patamar da história.

Até o fim do ano, o Copom se reúne mais quatro vezes para discutir os juros básicos do país.

Veja outras previsões do Focus:

  • Inflação: IPCA de 1,63% no ano
  • PIB: Retração de 6,54% em 2020
  • Dólar: mantida a previsão de dólar a R$ 5,20 ao final do ano
  • Produção industrial: recuo de 6%

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.com.br/whatsapp.