O auxílio emergencial de R$ 600 pago para informais, autônomos, desempregados e MEIs (microempreendedores individuais) está elevando o poder de compra da população mais pobre do país. De acordo com a Pnad-Covid divulgada pelo IBGE, o país tem 21 milhões de pessoas que residem em domicílios com renda domiciliar até R$ 56,62.

Desses, 16 milhões de pessoas residem em domicílios que receberam o benefício. Para esse contingente, a renda domiciliar per capita passou de R$ 10,64 para R$ 238,03. Ou seja, o benefício elevou em 2.136% a renda familiar dessas casas.

Como foi o impacto nas demais faixas estudadas

Renda domiciliar per capitaRenda domiciliar per capita com auxílioPercentual de aumento de renda
R$ 10,64R$ 238,032.136,4%
R$ 146,08R$ 352,85141,5%
R$ 295,77R$ 435,6953,4%
R$ 414,47R$ 554,7233,8%
R$ 553,40R$ 672,6421,5%
R$ 729,71R$ 826,8313,3%
R$ 938,08R$ 1.014,278,1%
R$ 1.184,99R$ 1.231,053,9%
R$ 1.785,40R$ 1.823,752,1%
R$ 4.646,14R$ 4.661,660,3%

Quais outros destaques da pesquisa? A Pnad-Covid mostra que 38,7% dos milhões de domicílios do país foram beneficiados em maio com o auxílio emergencial. A proporção foi diferente por região do país:

  • Norte: 55%
  • Nordeste: 54,8%
  • Sul: 26%
  • Sudeste: 31,3%
  • Centro-Oeste: 36,7%

O que essa distribuição mostra? Para o IBGE, o auxílio chegou aos mais pobres. “No conjunto de informações mostradas pela PNAD COVID19, foi possível verificar que 85% dos recursos foram destinados a pessoas cujo rendimento domiciliar per capita era inferior a 1 salário mínimo”, observa Adriana Beringuy, economista do IBGE.

“A concentração dos recursos nos estratos de renda mais baixos indica uma boa focalização do programa, uma vez que na ausência desse benefício muitas famílias poderiam ter sua capacidade de consumo bastante comprometida. Ademais, a garantia de um consumo básico viabiliza a demanda por bens e serviços, permitindo aos produtores a manutenção das operações e do emprego”, acrescenta Adriana.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.com.br/whatsapp.