A crise da Argentina está derrubando o desempenho do setor automotivo brasileiro. Dados divulgados hoje pela Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores) mostram uma queda nos indicadores de produção e exportações em novembro.

Como assim? Qual foi a produção do mês passado? A produção de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus no Brasil totalizou 227,58 mil unidades em novembro, uma queda de 7,1% em relação ao mesmo mês de 2018. No acumulado do ano, a produção alcançou 2,77 milhões de unidades, aumento de 2,7% sobre o intervalo de janeiro a novembro de 2018.

As exportações também caíram? Sim. As exportações recuaram 7,9% em novembro ante igual mês de 2018, para 31,7 mil unidades. No acumulado do ano, os embarques totalizam 399,2 mil unidades, declínio de 33,2% frente ao mesmo período do ano passado.

E como ficaram as vendas? As vendas no mês passado somaram 242,3 mil unidades, alta de 4,9% na comparação com novembro do ano anterior. No acumulado de 2019, houve alta de 8,3%, para 2,33 milhões de unidades.

Por que a crise argentina pesa tanto? Porque o país é um dos principais compradores dos automóveis fabricados no Brasil.

(Com Reuters)

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.