O aumento das importações chinesas de carnes começa a pesar no preço do produto para o mercado interno. Essa alta já foi medida pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), que é considerado uma espécie de prévia da inflação oficial do país. Em novembro, o preço da carne subiu 3,08%. Nos últimos 12 meses, o aumento foi de 7,76%.

Mas os tipos de carne subiram da mesma forma? Não, alguns tipos subiram mais. Nos últimos 12 meses, segundo o IPCA-15, o preço da carne de porco subiu 13,18%, enquanto o patinho ficou 7,40% mais caro. O preço do frango inteiro avançou 8,01%.

Outros institutos de pesquisa verificaram essa alta nas carnes? Sim. A Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) verificou que na segunda quadrissemana de novembro alguns cortes de carne tiveram alta de mais de 5%. Esse foi o caso do contrafilé (5,86%), coxão mole (5,7%), lagarto (5,42%), paleta (5,65%) e fraldinha (5,03%) . O pernil, tradicional no Natal, subiu 4,75%.

Por que cresce tanto as exportações para o mercado chinês? Por conta da febre suína africana, houve uma redução na oferta desse tipo de carne, que é a mais consumida na China. A estimativa do governo chinês é que a febre tenha causado uma redução de 40% no rebanho de suínos do país na comparação com o ano anterior. O governo chinês racionou então o consumo de carne suína e está estimulando a migração para carne bovina.

Como estão as exportações de carnes para a China? Dados do Ministério da Economia mostram que as exportações de carne suína para a China subiram 160% só em outubro. As vendas de carne bovina tiveram uma alta de 163%, e as de frangos, 61%.

E o que uma coisa tem a ver com a outra? A China tem muito poder de compra, ou seja, está pagando caro para ficar com a carne brasileira. Por conta disso, os produtores preferem vender para o mercado externo, o que reduz a oferta para o mercado doméstico. Por isso, a carne sobe por aqui.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.