Incentivadas pela demanda interna, as vendas de veículos em 2019 foram muito comemoradas pela indústria automotiva. Na verdade, com a queda das exportações, a salvação da lavoura veio do desejo dos consumidores brasileiros de comprar um carro novo.

Uma das principais causas dessa recuperação é o crescimento no crédito para a compra de veículos. A B3 (Brasil Bolsa Balcão) divulgou, hoje, dados que reforçam essa percepção. Considerando automóveis leves (carros), motos e veículos pesados, foram financiados 6,11 milhões de unidades no ano passado, uma alta de 11,4% em relação a 2018.

O volume foi o melhor desde 2014, ano pré-crise econômica. Para se ter uma ideia do avanço, em 2016, no pior ponto de retração econômica, 4,65 milhões de veículos foram financiados.

Quais foram os destaques? A pesquisa mostrou que os veículos usados foram preferência dos consumidores: em 2019, foram financiadas 3,86 milhões de unidades. Já o número de novos financiados foi de 2,25 milhões.

Mas qual o perfil desses veículos usados? Os motoristas têm, digamos, priorizado a experiência dos motores. Entre os veículos usados, os mais financiados são aqueles chamados de usados jovens, com idade entre 4 a 8 anos (foram 1,81 milhão de unidades em 2019).

Em seguida vêm os com até 3 anos, chamados de seminovos: cerca de 750.000 unidades financiadas. O curioso é que as categorias que mais têm crescido, entre os financiamentos, são a dos veículos que têm mais de 9 anos de rodagem: a alta foi de mais de 28%, em relação a 2018.

E qual categoria teve mais financiamentos? Os carros representaram 80% de todo o volume desses contratos de crédito; as motos foram 15% e os veículos pesados foram 5%. Veja abaixo o desempenho de cada tipo de veículo:

  • Carros novos financiados: 1,36 milhão (alta de 5,6% em relação a 2018);
  • Carros usados financiados: 3,52 milhões (alta de 11,9% em relação a 2018);
  • Motos novas financiadas: 746.219 (alta de 14,2% em relação a 2018);
  • Motos usadas financiadas: 177.879 (alta de 22,6% em relação a 2018);
  • Veículos pesados novos financiados: 132.970 (alta de 33,1% em relação a 2018);
  • Veículos pesados usados financiados: 148.412 (alta de 14,6% em relação a 2018.

De que tipo de financiamento estamos falando? A B3 classifica os contratos de crédito de acordo com o perfil. A maioria dos financiamentos foi feita pelo CDC (Crédito Direto ao Consumidor): a modalidade representa 87% dos contratos. Em seguida vêm os consórcios (11,7% do total) e o leasing (0,53%).

O CDC é aquele crédito tradicional para aquisição de bens, que o cliente obtém com a instituição financeira. O veículo é registrado no nome do comprador, e fica alienado como garantia do contrato até que todo o valor seja quitado. É possível, aliás, amortizar o financiamento e antecipar parcelas, abatendo juros.

Já o leasing funciona quase como um contrato de aluguel: o consumidor paga pelo uso do veículo por um determinado período, e pode ficar com ele no final (quitando o valor total do bem), ou trocá-lo por outro e iniciar um novo ciclo de pagamentos.

O consórcio para veículos é organizado da seguinte forma: um grupo de consumidores firma o contrato de consórcio, determinando um valor total da carta de crédito e o valor das prestações mensais. Todo mês, um desses consumidores é contemplado com o valor total da carta de crédito — essa contemplação pode ser por sorteio ou por oferta de lance.

Em quanto tempo as pessoas quitam esses financiamentos? O prazo médio dos financiamentos é de quase 43 meses (3 anos e meio). Mas esse tempo médio de quitação muda, de acordo com o perfil do veículo.

Para os veículos novos, o período é menor: 39,7 meses. Isso acontece pois parte das instituições financeiras estimulam empréstimos com prazos mais curtos e concedem, em troca, juros menores ou até a famosa “taxa zero”.

Por que esses dados ficam com a empresa que administra a bolsa de valores?As informações sobre os contratos de financiamentos dos veículos dados como garantia de crédito são reunidas pela B3 em uma base de dados própria, chamada de Sistema Nacional de Gravames (SNG). Nessa base estão disponíveis informações sobre restrições financeiras dos veículos financiados.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.