(Atualizada às 20h45)

A economia brasileira deve crescer 2,23% em 2020, segundo o boletim Focus, pesquisa semanal feita pelo Banco Central com fontes do mercado financeiro. A previsão é menor que a da semana passada, de 2,30%, e confirma o clima de cautela sobre as perspectivas de expansão do PIB (Produto Interno Bruto) neste ano.

A previsão do mercado não estava em torno de 2,20% fazia dois meses, desde meados de dezembro.

Confrontado com a nova estimativa do mercado, o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou que o governo não tem razão hoje para alterar a projeção de crescimento da economia de 2,4% este ano, uma vez que, segundo ele, o coronavírus ainda não impactou a atividade.

“Hoje temos 2,4% de PIB para 2020 e até o momento eu não vejo motivo para alterar isso”, afirmou.

Canais de impacto do coronavírus

Sachsida avaliou que, pelo lado da oferta, a equipe econômica está atenta a uma eventual falta de peças que vêm da China para empresas brasileiras, mas ainda não viu evidências nesse sentido.

Pelo canal da demanda, a Secretaria de Política Econômica (SPE) está analisando o comportamento dos preços de commodities. Por ora, a avaliação é que o recuo observado foi “de uma semana para cá” e que ainda é cedo para cravar que ele será determinante para dinâmica dos contratos que ainda vão ser fechados.

“Se queda no preço de commodities for muito grande e prolongada, vai ter efeito realmente na economia brasileira”, disse.

Veja outros destaques do Boletim Focus:

Dólar: Deve encerrar o ano em R$ 4,10. O valor é menor que o de R$ 4,30 observados na  sexta-feira (14).

Juros: Mantidos nos atuais 4,25% ao ano.

Inflação: Deve ficar em 3,22% no acumulado do ano, um pouco abaixo dos 3,25% previstos na semana passada, e dentro da meta de 4,0% perseguida pelo BC.

Produção industrial: Mantida a previsão de crescimento de 2,33% em 2020.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.