O brasileiro consumiu menos serviços em novembro. Na comparação com outubro, o setor recuou 0,1%. Foi o primeiro resultado negativo depois de meses consecutivos de alta. Os números foram divulgados nesta terça-feira (14) na Pesquisa Mensal de Serviço, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

 O que provocou a queda? O desempenho da categoria serviços para famílias (-1,5%), que inclui o fraco consumo de alojamento e alimentos, e o recuo de 0,7% no transporte. O resultado também foi negativo na categoria serviços de informação e comunicação (-0,4%).

Por que isso aconteceu? “A perda de fôlego é explicada pelo recuo no setor de transportes, pressionado, principalmente, pelo transporte rodoviário de cargas, que é ligado à indústria, um setor que está tendo dificuldade – em novembro caiu 1,2%. Então, se há uma perda de ritmo na indústria, isso acaba impactando o transporte rodoviário de cargas”, diz Rodrigo Lobo, gerente da pesquisa.

Devo me preocupar? Por enquanto, não. Na comparação com novembro de 2018, o avanço foi de 1,8%. No acumulado de janeiro a novembro, a alta foi de 0,9%. Ou seja, balanço do ano deve ficar no azul.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.