A aprovação iminente de um pacote de US$ 2 trilhões para estímulo à economia dos EUA em tempos de coronavírus fez a Bolsa seguir o otimismo dos mercados no exterior e fechar em alta de 7,5%, para 74.955 pontos. O dólar caiu 0,9%, para R$ 5,03.

As medidas ainda precisam ser votadas na Câmara e Senado americanos, mas negociadores confirmaram que há acordo para aprovar as ações, o que animou as bolsas pelo mundo. “É o maior pacote de resgate na história americana”, disse Chuck Schumer, líder dos democratas no Senado.

Na B3, o pregão foi marcado pela recuperação das ações de companhias aéreas, as mais afetadas pela crise até agora. Hoje, as empresas do setor estiveram entre as maiores altas, com a Gol subindo 35,06% e a Azul, 18,5%.

As empresas do setor foram beneficiadas pela redução na cotação da moeda americana (já que possuem boa parte dos seus custos em dólar) e pelos estímulos que vêm sendo anunciados por governos e bancos centrais pelo mundo.

Desde o início da crise, a bolsa brasileira é a que acumulou a maior queda entre 33 mercados acionários do mundo.

(Com a Reuters)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.