A iniciativa do Banco Central junto à Febraban (Federação Brasileiros do Bancos) para estimular o pagamento de dívidas e promover a educação financeira começa oficialmente nesta segunda-feira (2). O Feirão de Renegociação das Dívidas oferecerá descontos de até 92% e 180 dias para o primeiro pagamento vai até sexta-feira (6).

Como saber o que meu banco oferecerá? O 6 Minutos ouviu os bancos Itaú, Bradesco, Santander,  Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banrisul, e descreve nesta reportagem que termos serão usados por cada um deles na renegociação. Haverá acordos para pessoas físicas e jurídicas, dívida do cartão de crédito e de empréstimos.

De forma geral, como vai funcionar o feirão? As agências bancárias ficarão abertas além do expediente normal, em todos os estados do país.  Também haverá atendimento nos canais digitais.

Qual a condição para conseguir renegociar? Quem decidir ir às agências, deverá assistir a um vídeo preparado pelas duas entidades, com orientações gerais sobre planejamento financeiro, e receber uma cartilha com informações sobre o tema. Depois disso, o processo de renegociação poderá começar.

Alguma dica? Especialistas sugerem que o devedor não comprometa mais do que 30% da renda mensal no acordo de quitação do débito.

É recomendado usar o 13º para pagar as dívidas? Sim.

Se não ser para renegociar agora, terei outra chance? Está previsto um novo feirão em maio de 2020, quando ocorre a Semana Nacional da Educação Financeira

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.