De tempos em tempos, algumas tendências tomam conta do mercado financeiro. Uma delas é o clube das cinco da manhã: pessoas que escolheram acordar diariamente neste horário para ganhar uma vantagem competitiva em relação aos concorrentes.

O dentista Rafael Henrique Faria, 33, é um dos adeptos desse novo hábito. Além da atividade principal, ele também opera ações na bolsa e, desde julho deste ano, passou a acordar às 5h em ponto como forma de se preparar melhor para a nova atividade complementar.

“Quando levanto cedo dessa forma, consigo alinhar minha cabeça aos meus objetivos e me tranquilizar por meio de atividades físicas e de preparação mental”, disse.

Tudo começou com um livro

A tese se popularizou com o escritor canadense Robin Sharma e ganhou adeptos no Brasil, principalmente entre operadores do mercado financeiro. No livro, o autor diz que, ao acordar cedo, você tem uma hora do dia dedicada exclusivamente a si mesmo, com um tempo para exercícios, ao planejamento do dia e ao estudo.

De acordo com o livro de Sharma, as atividades logo pela manhã devem ser divididas em três blocos, de vinte minutos cada um.

No primeiro bloco, das 5h às 5h20, o autor afirma que é necessário suar muito com exercícios intensos, além de hidratar-se, respirar profundamente e aprender. Isso porque o corpo necessita produzir hormônios e melhorar o metabolismo. Tal atividade irá melhorar o foco e a produtividade, otimizar o cérebro, aumentar a energia e diminuir o stress, de acordo com o autor.

Para o segundo, que vai de 5h20 às 5h40, é necessário escrever parte do diário, meditar, planejar e rezar para que o investidor possa dar um gás na “gratidão”, além de “desenvolver sabedoria” e expandir a serenidade. Isso tudo trará benefícios como aperfeiçoar a dominância, o crescimento pessoal e “aumentar a inspiração”.

Logo em seguida, entre 5h40 e 6h00, é necessário acelerar a confiança, dominar a mudança e aprofundar o conhecimento. Por isso, o investidor precisa revisar objetivos, ler livros ou consumir algum audiolivro, além de estudar de forma online, segundo afirma o autor.

Preparação pré-sono

Quem pensa que o processo começa ao acordar se engana. Segundo Sharma, o ciclo do sono também é importante para quem deseja conseguir acordar cedo para ter um dia mais produtivo.

De acordo com o autor, entre 19h e 22h, o processo passa por fazer a última refeição relativamente cedo, desligar os dispositivos eletrônicos (como o celular) e ter “horas de conversas reais com quem você ama”. O quarto também precisa estar fresco, escuro e sem aparatos tecnológicos.

Isso tudo traz resultados?

Pablo Spyer, diretor da Mirae Asset
Crédito: Reprodução

Para Pablo Spyer, diretor da Mirae Asset e que também oferece treinamento de neurociência para operadores do mercado financeiro, o acordar cedo resulta em vantagens competitivas aos operadores, em um mercado cada vez mais acirrado.

“O principal motivo para acordar cedo é que, com a bolsa abrindo às 9h, eu tenho tempo de me preparar para falar com meus clientes e estar bem informado e disposto. Se você consegue dormir bem para se preparar para o dia seguinte, consegue assimilar as informações, digerir e tomar decisões mais acertadas”, disse ele.

A nova tendência, contudo, está longe de ser unanimidade no mercado. Especialistas afirmam que não é o horário de despertar que irá fazer diferença no desempenho.

Não funciona para todo mundo

Um gestor de fundos, que prefere não se identificar, afirma que a moda das 5AM na Faria Lima, local que concentra boa parte dos bancos de investimentos e assets de São Paulo, vem atrapalhando o desempenho de alguns gestores.

“Os meninos novos vão dormir tarde, tentam acordar o mais cedo possível e, no meio da tarde, já estão com sono por causa desse papo”, afirmou. “Tem é que estudar muito, se esforçar, aprender. Não ficar acordando cedo pra achar que vai bem”, conclui.

Para Vera Rita de Mello Ferreira, doutora em Psicologia Social e que ministra curso sobre psicologia econômica na B3, o investidor não necessita se adaptar à nova moda, pois cada um precisa respeitar as próprias individualidades.

“Eu vejo isso com um tédio, cada um tem um relógio biológico. Eu, particularmente, acordo cedo, acho lindo o ar fresco da manhã. Agora, se eu trabalho até tarde, acordo mais tarde. O mais importante é dormir bem, a cabeça ficar bem, descansar, mas não existe uma regra geral”, disse.

Segundo ela, o melhor caminho é aprender a controlar o lado emocional e até mesmo hormonal, que podem ajudar ou atrapalhar o investidor durante as estratégias de investimento.

“É importante lembrar que, nos homens, o nível de testosterona costuma ser mais alto pela manhã, então é necessário ficar atento que quanto maior esse nível, maior o apetite por risco, então ao invés de uma análise criteriosa, eles podem estar sendo movidos por hormônio”, conclui.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.