Foi preciso uma pandemia para fazer com que muitos baby boomers (nascidos entre o fim da 2ª Guerra e meados dos anos 1960) adotassem o banco online nos EUA. A mudança não passou despercebida pelas instituições financeiras.

O que aconteceu? Nos últimos dois meses, americanos acessaram sites e aplicativos para administrar as finanças, já que o coronavírus limitou o acesso às agências, segundo executivos do setor. No JPMorgan Chase, os clientes online existentes estão usando as ofertas com mais frequência, enquanto o Bank of America descobriu que clientes mais velhos têm buscado os serviços digitais.

“Talvez tenhamos aberto os olhos de algumas pessoas para o futuro”, disse o CEO do Bank of America, Brian Moynihan, a investidores em conferência na semana passada.

Em abril, 23% das novas conexões a produtos on-line e móveis do Bank of America eram de idosos e boomers, disse Moynihan. Eles também foram responsáveis por cerca de 20% dos clientes que depositaram cheques usando celulares pela primeira vez.

Nos negócios que atendem às pessoas de alta renda, o uso da tecnologia aumentou nas últimas seis semanas para níveis que o banco esperava apenas em seis anos, segundo Andy Sieg, presidente da Merrill Lynch Wealth Management.

O que explica esse movimento de adesão? O coronavírus deu impulso ao banco digital, o que implica menos papel, maior uso de serviços eletrônicos e menos reuniões presenciais. A tecnologia tem sido vista pelos bancos tanto como ferramenta de ataque quanto de defesa.

Os serviços online têm potencial de atrair clientes, ajudar a reduzir o número de agências custosas e a força de trabalho, além de dificultar a perda de clientes para novos concorrentes com o fascínio de uma melhor tecnologia.

Uma em cada quatro pessoas pesquisadas pelo Boston Consulting Group disse que planeja deixar de ir ou usar menos as agências quando a crise terminar, de acordo com pesquisa global realizada de 13 a 27 de abril. A pandemia levou 12% das pessoas pesquisadas a se registrarem no banco on-line ou via celular.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.com.br/whatsapp.