Apesar do crescimento das vendas, que fizeram sua receita subir 14,5% no terceiro trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado, a Renner apresentou um lucro líquido de R$ 189,3 milhões no período, abaixo do esperado pelo mercado e um resultado 2,6% menor do que o de 2018.

Por que o lucro da Renner foi menor? A rede varejista, uma das queridinhas dos investidores, atribuiu a queda a alguns fatores que não estão relacionados com vendas:

  • A adoção de novas normas contábeis (IFRS 16), que passaram a valer neste ano
  • À necessidade de reconhecer no balanço créditos fiscais que não são recorrentes
  • Ao aumento de provisionamento no programa de participação de resultados da empresa

Sem o efeito da adoção das novas normas contábeis, por exemplo, a empresa teria tido um lucro líquido de R$ 196,9 milhões, alta de 1,4% no seu lucro.

Mesmo assim, o resultado estaria abaixo das expectativas do mercado, de R$ 199,6 milhões, segundo analistas ouvidos pela agência Bloomberg.

Como foi o trimestre do ponto de vista das vendas? A rede afirmou, em seu balanço, que no terceiro trimestre as vendas seguiram “em ritmo favorável, com aumento no fluxo de clientes”. Veja abaixo o desempenho de cada marca em relação ao terceiro trimestre de 2018:

Renner 

  • Alta da receita líquida de 13,9% (hoje há 368 lojas em operação)

Camicado 

  • Queda da receita líquida de 3,7% (hoje há 113 lojas em operação); a empresa atribuiu a redução a um processo de ajuste nos estoques que afetou o mix de produtos

Youcom

  • Alta na receita líquida de 24% (hoje há 96 lojas em operação)

Qual foi o desempenho dos produtos financeiros da Renner, como o cartão? A receita da Renner com produtos financeiros continua crescendo, totalizando R$ 103, 3 milhões no trimestre, alta de 19,2% na comparação com mesmo período de 2018.

Entre as formas de pagamento, os cartões emitidos pela Renner representaram 44,3% das vendas de mercadorias, ante 45,2% no mesmo período do ano passado. “A menor participação refere-se, principalmente, ao comportamento do cliente, mais cauteloso quanto ao parcelamento de compras com juros”, disse a empresa em seu balanço.

O que mais chamou a atenção no balanço? Segundo a Renner, o frio acima do esperado em julho estimulou a venda de itens mais pesados, o que deixou os estoques das lojas mais preparados para a entrada da coleção primavera-verão.

 

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.