A Pet Center, dona da rede de lojas com produtos para animais de estimação Petz, protocolou nesta quarta-feira (19) um pedido de registro para seu IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês).

Ainda não foi divulgado qual o valor estimado da empresa. Mas em 2019 a receita líquida foi de R$ 986 milhões, aumento de 28,4% sobre 2018. O lucro líquido, entretanto, caiu 24% no mesmo período.

Para que o dinheiro será usado? Para reforçar o caixa da companhia, para a abertura de novas lojas, de hospitais e investimento em tecnologia digital.

O potencial do negócio: No documento entregue à CVM (Comissão de Valores Mobiliário), a empresa afirma que o Brasil é o quarto mercado do mundo de produto para pets, movimentando cerca de R$ 23,5 bilhões por ano.

A Petz tem 105 lojas espalhadas por 12 estados.

Quem está coordenado o processo? Os bancos Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch, JPMorgan e BTG Pactual. A oferta incluirá ações primárias (emissão de novas ações) e secundárias, sendo que essas são relativas à venda de participações do fundo norte-americano Warburg Pincus e o do fundador da Petz, Sergio Zimerman.

(Com Reuters)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.