O grupo chinês Fosun International procura um parceiro para os dois negócios que controla no Brasil, a gestora de recursos Rio Bravo e a corretora Guide Investimentos. O objetivo é acelerar os investimentos e, num segundo momento, abrir o capital das duas empresas, disse Paulo Bilyk, sócio global da Fosun Hive.

A Fosun contratou o Credit Suisse para coordenar negociações com potenciais compradores e planeja manter o controle da Guide e da Rio Bravo, afirmou Bilyk, embora possa dividi-lo com o novo parceiro.

Quais os formatos estudados? O plano é agrupar as fatias que a Fosun possui na corretora e na gestora em uma única holding e vender uma parte, disse Bilyk. Mas os termos da negociação podem mudar.

“O objetivo final é ter as empresas listadas na bolsa em três a cinco anos”, afirmou Bilyk, que também é diretor executivo da Rio Bravo, acrescentando que não há planos de sair totalmente nem da Rio Bravo nem da Guide.

Segundo ele, a abertura de capital pode ser realizada fora do Brasil.

Quem pode se interessar pela Rio Bravo e pela Guide? As partes interessadas incluem fundos de private equity e fundos soberanos, bem como bancos já estabelecidos, num momento em que o mercado brasileiro de gestão de recursos cresce na esteira da redução da taxa básica de juros ao menor patamar histórico.

Bilyk disse que espera que as negociações sejam concluídas ao longo dos próximos seis meses.

Qual o tamanho estimado para as operações? O executivo não deu uma estimativa precisa de quanto a Fosun planeja levantar, dizendo que são cerca de “centenas de milhões de reais”.

Os recursos seriam injetados nas empresas para apoiar o crescimento, especialmente o da Guide, que Bilyk diz que está procurando se expandir para o setor de seguros, com possíveis aquisições.

Bilyk espera aproveitar o entusiasmo gerado pelo IPO na Nasdaq da XP Inc., holding dona da maior corretora do Brasil em volume de negociação. As ações subiram 40% após sua estreia no mês passado.

Qual a história da Rio Bravo e da Guide? A Fosun comprou uma participação de 50,1% na Rio Bravo em 2016, por um valor não divulgado. A gestora, que administra R$ 14 bilhões em recursos, foi fundada em 2000 por Bilyk, Luis Claudio Garcia de Souza e Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central.

Dois anos depois, em 2018, a Fosun anunciou um acordo para comprar o controle da corretora Guide. O grupo agora detém 80% da empresa, cuja avaliação mais recente é em torno de R$ 600 milhões.

(Com a Bloomberg)

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.