Restaurantes de todo o país viram seus ganhos despencar desde o início da pandemia do coronavírus, que obrigou que fechassem os salões para atendimento do público. A sobrevivência de muitos depende de aplicativos de entrega como iFood e Uber Eats.

O problema é que o iFood aumentou a taxa de entrega cobrada dos clientes, o que trouxe novo temor aos donos de restaurantes: perder receita com delivery. Em alguns casos, a taxa passou para R$ 13,99.

O que dizem os restaurantes? Percival Maricato, presidente da Abrasel-SP (Associação Brasileira de Restaurantes de São Paulo), diz que os restaurantes sofrem nas duas pontas: com as taxas cobrados dos estabelecimentos (que chegam a 27%) e dos clientes.

“Fica muito difícil sobreviver dessa forma, pois o restaurante tem que ter um preço de cardápio que compense o pagamento dessa taxa que chega a 27%. Ela é muito onerosa para todo mundo.”

No Facebook, a churrascaria Fuego Celeste fez uma reclamação sobre o aumento. “Primeiro uma fatia de 27% por cada pedido e agora aumentar (DOBRAR) o valor das taxas de entrega dos nossos clientes sem sequer negociar? Acha justo?… Realmente acha justo?”, questionou.

Por que o momento é inadequado? Os restaurantes dizem que o momento é o pior possível para aumentar as taxas, já que eles dependem do delivery para continuar sobrevivendo. Se a taxas dos clientes subir demais, vai ficar inviável a operação.

“O que estamos recomendando é que os restaurantes busquem alternativas aos aplicativos, como oferecer descontos a clientes que retirarem o pedido ou usar funcionários próprios para fazer entregas nas imediações”, diz Maricato.

O que o iFood diz? A empresa diz que todo novo restaurante que passa a utilizar a plataforma para “está ciente de que há valores de entrega variáveis”. “Desde esta sexta-feira (15/05), alguns parceiros tiveram diminuição e outros aumento. Os valores acompanharão o dinamismo do mercado, levando em consideração fatores, como por exemplo, cidade e raio de entrega. Desta forma, é possível manter o nível de serviço e de pedidos para todos os restaurantes.”

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.