Depois de um ano recorde em número de ofertas de ações em 2019, o mercado brasileiro dá mostras de que vai continuar em ritmo acelerado em 2020.

A Positivo Tecnologia anunciou que fará uma oferta de ações subsequente (conhecida como follow on) que pode chegar a R$ 521,1 milhões. A oferta foi anunciada em comunicado ao mercado na segunda (dia 20).

Quais os detalhes da operação? Ela será uma oferta primária — ou seja, os recursos obtidos com a venda de até 40 milhões de novas ações ordinárias serão destinados para o caixa da companhia paranaense.

Conforme a demanda, a quantidade de ações ofertada poderá ser acrescida de um lote adicional de até 14 milhões de novas ações ordinárias de emissão da companhia.

Ao preço de fechamento da segunda-feira (dia 20), de R$ 9,65, a oferta básica alcançaria R$ 386 milhões. Caso seja exercido o lote adicional, o montante sobe para R$ 521,1 milhões. O preço da ação na oferta será definido após o chamado bookbuilding (coleta de intenções), que termina no próximo dia 30 de janeiro.

Como o dinheiro vai ser aplicado? Segundo a Positivo, os recursos líquidos provenientes da oferta serão utilizados para o crescimento de contratos com instituições públicas, a expansão do negócio Positivo as a Service e para outras formas de crescimento, além de reforçar a estrutura de capital da companhia.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.