A guerra do mercado de aplicativos de entregas continua superaquecida e com novidades para tentar fisgar os consumidores.

A rede de supermercados Hirota vai oferecer armários refrigerados dentro de empresas para agilizar as entregas de alimentos, refeições prontas, bebidas geladas e itens de conveniência adquiridos na sua loja online.

Como vai funcionar? A entrega em armários refrigerados dentro de empresas estará disponível para compras por meio do aplicativo da rede varejista no celular. Quando a compra é depositada no locker, a loja avisa que ela está disponível para retirada e envia um QR Code (código) para o celular do cliente. Essa será a chave para a abertura do armário. Segundo o Hirota, o serviço não será cobrado.

Os produtos sairão das lojas da rede no formato Express, que funcionarão como mini centros de distribuição. Hoje o Hirota tem 40 lojas na cidade de São Paulo, das quais 24 Express e 16 supermercados.

Quais produtos será possível comprar? Cerca de 500 itens, entre produtos de rotisserie, comida pronta, bebidas, frutas, artigos de conveniência, entre outros.

Quais as empresas já parceiras? O primeiro armário refrigerado será instalado dentro de uma área de convivência do centro administrativo do Itaú Unibanco no bairro do Tatuapé, na zona leste da cidade de São Paulo. No local trabalham cerca de 5 mil funcionários. O serviço começa a funcionar no início de fevereiro.

“A meta é ter cem lockers (armários) refrigerados em dois anos”, afirma o diretor de rede Hélio Freddi.

Qual o tamanho do projeto? Segundo o executivo, se o plano se concretizar conforme o esperado, essa nova modalidade responderá por 7% das vendas da rede varejista, que fatura R$ 500 milhões por ano.

Mas a iniciativa dos armários já existe, não? Sim, mas não com armários refrigerados. A estratégia de entregar as compras feitas por meio de aplicativos dentro de lockers instalados dentro de empresas para que o consumidor retire os produtos no momento mais conveniente começou em abril de 2019 com o iFood.

Hoje há 128 iFood Box em oito cidades.

Essa é uma boa estratégia? Vai funcionar? “Hirota está sendo pioneiro no formato de locker refrigerado, é uma sacada legal”, afirma Alexandre Machado, sócio da GS&Consult. Ele explica que armários refrigerados espalhados em espaços de terceiros para agilizar entregas são muito usados pela Amazon, gigante americana do comércio online, que é dona da rede supermercados de produtos naturais Whole Foods.

As vendas de itens de supermercados ainda representam muito pouco do varejo online no Brasil: apenas 2,5% do faturamento do e-commerce em 12 meses até outubro passado, segundo dados do Ebit- Nielsen. Mas esse setor é visto por especialistas como uma grande alavanca para impulsionar as vendas online.

Quais os planos da rede para 2020? A rede varejista vai investir R$ 22 milhões na abertura de 12 lojas nos próximos 16 meses. Serão dez lojas no formato Express neste ano e dois supermercados no começo de 2021. As duas lojas Express têm endereço certo: uma dentro da estação Eucaliptos do metrô, que faz parte da linha Lilás, em Moema; e outra no prédio comercial conhecido como Robocop, na marginal Pinheiros.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.