A Uber anunciou nesta terça-feira (dia 21) que começou a testar um recurso que permite a alguns motoristas no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, a definir os preços de suas próprias corridas.

Como funciona esse teste? Motoristas da Uber que transportam passageiros dos aeroportos de Santa Barbara, Palm Springs e Sacramento agora podem cobrar até cinco vezes a tarifa estabelecida pela empresa.

A partir da próxima semana, motoristas também poderão cobrar menos que as tarifas da Uber se a empresa aumentar seu preço em momentos de alta demanda. Seria, nesse caso, uma oportunidade de ganhar viagens oferecendo descontos em cima de preços mais elevados cobrados de toda a plataforma.

Os testes iniciais são limitados aos três aeroportos e não representam uma versão final do recurso, disse a empresa, acrescentando que o controle dos motoristas sobre seus ganhos evoluirá nas próximas semanas e meses.

E para os passageiros, o que muda? Passageiros que chamem o serviço da Uber nesses aeroportos provavelmente ficarão sujeitos a tarifas mais elevadas e terão que optar por carros de aplicativos concorrentes — como a Lyft –ou táxis convencionais se não concordarem com os preços.

Mas, se o livre mercado funcionar como o esperado — e não houver, por exemplo, formação de cartel pelos motoristas –, os preços naturalmente vão se aproximar dos preços sugeridos pelo algoritmo da Uber para que os passageiros voltem a aceitar contratar o serviço por meio do aplicativo.

Qual o objetivo dos testes? Segundo a empresa americana que se tornou sinônimo de aplicativo de transporte,  a a ideia é mostrar aos passageiros que os motoristas são contratados independentes, e não funcionários.

A empresa disse que fez essas e outras alterações para preservar o trabalho flexível de seus motoristas desde que uma nova lei entrou em vigor na Califórnia neste ano ampliando os direitos desses trabalhadores.

“Estamos fazendo agora um teste inicial de mudanças adicionais que darão aos motoristas mais controle sobre as tarifas cobradas dos passageiros”, disse a Uber.

(Com a Reuters)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda? Você pode mandar suas perguntas para o e-mail [email protected]. Quem nos segue no WhatsApp também pode mandar sua dúvida. Se você quiser entrar no grupo, esse é o link: https://6minutos.com.br/whatsapp.