A Amazon informou nesta segunda-feira (16) que vai contratar 100 mil funcionários para armazéns e entrega de produtos nos Estados Unidos para lidar com o aumento de pedidos online recebidos pela companhia diante do pânico em torno da pandemia de coronavírus.

A Amazon afirmou que vai investir US$ 350 milhões para aumentar os pagamentos a estes funcionários nos EUA e Canadá em US$ 2 a hora. Para o Reino Unido, o reajuste será de 2 libras e na União Europeia a empresa vai pagar cerca de 2 euros a mais.

A varejista hoje paga US$ 15 a hora para trabalhadores de seus centros de distribuição de produtos nos EUA.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.com.br/whatsapp.