Caixas de som inteligentes, ativadas por comando de voz e com assistentes pessoais, são uma das apostas das grandes empresas de tecnologia. É um mercado que se acirra nesta semana com a chegada ao Brasil do Nest Mini, dispositivo lançado pelo Google e que estará à venda a partir desta terça-feira (12) no país.

O concorrente direto está claro: a linha Echo, lançada pela Amazon e equipada com a assistente Alexa. A aposta do Google é trazer para a vida doméstica o seu assistente pessoal, amplamente disseminado entre os brasileiros pela sua presença em aparelhos equipados com o sistema Android.

Quanto vai custar? O Nest Mini chega ao Brasil custando R$ 349, o mesmo preço do Echo Dot, versão de entrada do produto da Amazon.

Google Nest Mini

Nest Mini, a caixa de som inteligente do Google
Crédito: Google/Divulgação

Como é? O Google Nest Mini é um produto pequeno (menos de 10 centímetros de diâmetro) e leve (pesa 200 gramas). Nas cores carvão e giz, um tom mais escuro e um mais claro de cinza, o dispositivo poderá ser colocado sobre mesas ou prateleiras ou ser colocado em um suporte para a parede.

Para que serve? O objetivo do Nest Mini é o de prover uma espécie de “casa conectada”, conversando com televisores, lâmpadas e plugues inteligentes. Por meio da caixa de som, o usuário poderá também acionar aplicativos de música, como o Spotify, ouvir as principais notícias do dia em mais de 20 jornais e sites brasileiros. Interligado à televisão, o dispositivo poderá ser usado, por exemplo, para ativar o Netflix na TV.

Quem pode usar? Qualquer pessoa que tiver telefones com os sistemas Android e iOS, os dois que disponibilizam o app Google Home em suas lojas. Para serem compatíveis, os aparelhos precisarão fazer parte do ecossistema aberto do Google Assistente. A empresa cita as marcas Positivo, TCL, iRobot, LG e Sony.

Quer receber nossos boletins e notícias pelo Whatsapp? É só clicar no link abaixo com o seu celular e você já estará no nosso grupo.